20 outubro 2011

Sabe aquele castelinho de cartas que você sempre derrubava?

Eu cansei de levantar sozinha. !


Ano passado, nessa mesma época, outubro, eu estava feliz porque ia sair da casa do meu pai (minha vida era um inferno lá) e vim para perto do cara que eu amava, aquele que eu tinha conhecido na net, que tinha ido me ver, que tinha me apoiado em sair de casa, que eu tanto amava... Desde janeiro deste ano, temos constantemente terminado e voltado. Era como um castelo de cartas, ele estava lá, lindo, bem arrumado e derrepente, vinha um vento e puft, ele desmoronava. Em outras palavras, parecia estar tudo bem, carinho, amor, não faltava nada, mas do nada, “ele” terminava tudo, sem muitas explicações, sem razão ou então por uma briga boba. Eu ficava mal, muito mal, mas arrumava forças não sei de onde para “levantar o castelo de novo”. Eu ligava, me preocupava, tentava beijar, abraçar e mesmo sendo ignorada, eu não desistia, quando eu estava quase desistindo de tudo, ele vinha, falava que gostava de mim e que queria voltar comigo. Lá estava eu, feliz de novo, afinal, eu amava muito ele. E eu ia levantando o castelo, dedicando meu tempo, meu coração, aceitando as coisas, até que puft, tudo se repetia. Há algumas semanas atrás, ele fez exatamente a mesma coisa, terminou se motivos, foi embora e depois de uma semana, voltou. E está aqui, como se nada tivesse acontecido, mas eu não posso abraçar ele, nem nada, porque ele joga na cara: “Você não entende que não temos mais nada?” Sabe, hoje já não me dói mais e aquele castelinho que ele derrubou, eu não tenho forças mais parar reerguer ele, então ele está caído. Eu não deixei de amar completamente, mas hoje, eu amo muito mais eu e minha filha do que ele. A única coisa que machuca, é que ele só esta morando comigo e com minha mãe porque estou grávida e ainda joga coisas na cara que machucam. Eu desisti de amar ele, de ser dele, porque ele sempre desistia de mim e esperava eu correr atrás. Deixa o castelo como está. Eu não vou levantar de novo sozinha. Porque eu sei que novamente ele vai derrubar o castelo ...


Quando uma história começa a ter vírgulas demais,
é porque está na hora de colocar um ponto final. !


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...