21 agosto 2012

Dor é quando a gente está numa relação tão fácil, tão automática, tão prática e funcional que a gente até esquece que também é amor.


Amor é quando você sabe tintim por tintim as razões que impedem o seu relacionamento de dar certo, é quando você tem certeza de que seriam muito infelizes juntos, é quando você não tem a menor esperança de um milagre acontecer, e essa sensatez toda não impede de fazê-lo chorar escondido quando ouve uma música careta que lembra os seus 14 anos, quando você acreditava em milagres. Tudo isso pode parecer uma grande dor, mas é uma grande dádiva, porque a existência do amor está toda hora sendo lembrada. Dor é quando a gente está numa relação tão fácil, tão automática, tão prática e funcional que a gente até esquece que também é amor.

Martha Medeiros

3 comentários:

  1. Oii...seu blog é um charme! adorei tudo por aqui!
    Da uma passadinha no meu, se gostar e quiser seguir, retribuirei com o maior carinho :)
    http://decoradaseesmaltadas.blogspot.com.br/
    Se tiver um tempinho, curte a fan page do blog? :)
    http://www.facebook.com/Decoradaseesmaltadas
    Beijoos te espero por la!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, irei dar uma passada no seu blog sim *-*
    Beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...