02 julho 2013

Tento ser feliz, acreditar no amanhã, no amor, e, sobretudo, nas pessoas.

Eu só queria dizer que eu tento. Realmente tento. Tento ser feliz, acreditar no amanhã, no amor, e, sobretudo, nas pessoas. Mas sabe, tem uma hora que cansa, que não dá pra engolir. É seco, é áspero, é rude. ‘Na boa’, tem coisas que podem ser evitadas. Tem dores de coração que não precisam ser sentidas. Não sei se sou sempre egoísta e me vejo como vítima, talvez seja drama, mas, reciprocidade é animal em extinção. A gente sempre quer ser ouvido, mas ouvir é cansativo demais. Esperar? É de comer ou de vestir? É seleção natural, lei do uso e desuso. Me serve, vem. Não serve mais, vai. Começo a duvidar até das sombras. Vai que o errado sou eu, por sentir de mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...