12 agosto 2013

É preciso muito amor pra que eu transborde.

Ele reclamava de eu não ser romântica e atenciosa o bastante e me perguntou se eu já me declarei pra alguém alguma vez na vida. Aquela pergunta indelicada com um risinho irônico e cara de quem já sabe a resposta. Automaticamente me lembrei de você. De todos os textos, ligações, mensagens, cartas, emails e músicas. Do quanto me entreguei e de como tudo acabou sem o final feliz esperado, mas ainda assim foi o mais forte, intenso e bonito amor que já vivi. Olhei pra ele e respondi: É preciso muito amor pra que eu transborde.
Jéssica Barreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...